terça-feira, 16 de abril de 2019

Sobre a Prática do Bem

" Sê diligente a fazer o bem; refreia a tua mente de fazer
o mal. Quem é lento a fazer o bem, sua mente deleita-se no mal.
 Se uma pessoa cometer o mal, que ela não o repita. Que
não encontre aí prazer, pois penosa é a acumulação do mal.
 Se uma pessoa fizer o bem, que o faça repetidamente.
Que aí encontre prazer, pois abençoada é a acumulação do bem.
 Tudo pode correr bem com aquele que faz o mal, enquanto o mal não amadurece. 
Mas quando o mal amadurece, o
malfeitor vê (penosos resultados) as suas más ações.
Tudo pode correr mal com aquele que faz o bem, enquanto o bem não amadurece.
 Mas quando o bem amadurece,
então o benfeitor vê (bons resultados) as suas boas ações.
 Que não se pense levianamente acerca do mal, dizendo:
A mim ele não me tocará.” A água que cai em gotas enche um
cântaro. Da mesma forma, o tolo, pouco a pouco, enche-se de mal.
Que não se pense levianamente acerca do bem, dizendo: “A mim ele não me tocará.” 
A água que cai em gotas enche
um cântaro. Da mesma forma, o sábio, pouco a pouco, enche-se
de bem."
Buda
Trecho do livro Dhammapada

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Como Uma Flor


"Que ninguém procure o defeito nos outros; que ninguém
observe as omissões e ações dos outros. Mas observemos os
nossos próprios atos.
Tal como uma flor bonita cheia de cores mas sem fragrância, 
da mesma maneira, infrutíferas são as palavras justas de
quem não as pratica.
 Tal como uma flor bonita cheia de cor e também fragrância, 
da mesma maneira, frutuosas são as palavras justas de quem
as pratica."
Buda  
Do livro Dhammapada - de Buddharakkhita

domingo, 31 de março de 2019

Sofrimentos

" Existem pessoas que sofrem e que não conseguem dormir à noite. Mas muitas vezes aquelas coisas pelas quais ela sofre e nas quais pensa continuamente já se passaram  há muito tempo e todo mundo já se esqueceu delas. No entanto, a pessoa ainda guarda recordações e luta sozinha com seus próprios pensamentos; guarda aquelas lembranças apesar de todos os acontecimentos deste mundo não terem nenhuma raiz fixa. A pessoa está construindo falsidades em cima de areia. Ela luta sozinha e sofre. Isto é ignorância."
 mestre Tokuda Igarashi no livro Psicologia Budista

quinta-feira, 28 de março de 2019

Sobre a Mente


" Seja qual for dano que possa causar entre dois inimigos,
uma mente mal dirigida inflige a si mesma um dano ainda maior.
 Nem mãe, nem pai, nem qualquer outro parente, ninguém
pode fazer um bem maior do que cada um a si próprio, com a sua
mente bem orientada."
 Trecho do livro Dhammapada 

segunda-feira, 25 de março de 2019

Devemos Confiar na Mente Grande


“Devemos confiar na mente grande que está sempre conosco.Temos de ser capazes de apreciar as coisas como uma expressão da mente grande.
Isto é mais do que fé. É a verdade última que não pode ser rejeitada.
Seja difícil ou fácil de praticar, difícil ou fácil de entender, a única coisa a fazer é praticar. 
Ser leigo ou ser monge não vem ao caso. O que importa é descobrir-se como alguém que está realizando algo, que está reassumindo seu verdadeiro ser através da prática, reassumindo esse si próprio que está sempre com todas as coisas, com o Buda, que está completamente sustentado por tudo.
Neste exato momento! Você pode dizer que isto é impossível. Mas é possível! Ainda que por um instante, você pode fazê-lo! Este instante é possível! E é este o instante! Se é possível neste instante, é possível sempre. Portanto, se você tem confiança, essa é a sua experiência de iluminação. Se tiver essa confiança firme em sua mente grande, já é um budista em seu verdadeiro sentido, mesmo que não alcance a iluminação.
Eis a razão pela qual o mestre Dogen disse: "Não esperem que todos os que praticam zazen alcancem a iluminação a respeito desta mente que está sempre conosco". Ele quis dizer que se você acha que a mente grande está em algum lugar fora de você, separada de sua prática, está enganado. A mente grande está sempre conosco. Por isso repito as mesmas coisas quando percebo que não entenderam.
Zen não é só para aquele que pode cruzar as pernas ou tem grande habilidade espiritual. Todos têm natureza de Buda. Cada um de nós deve encontrar uma forma de realizar sua verdadeira natureza. O propósito da prática é termos uma experiência direta da natureza de Buda, comum a todos.
Tudo quanto você fizer deve ser uma experiência direta da natureza de Buda. Natureza de Buda significa estar consciente da natureza de Buda. Seus esforços devem ser dirigidos para a salvação de todos os seres vivos.”
                      Mestre Shunryu Suzuki , do livro Mente Zen,  Mente de Principiante


sexta-feira, 22 de março de 2019

Sobre a Diligência


" A diligência é o caminho para a imortalidade.
 A negligência é o caminho para a morte. Os conscientes não
morrem. Os inconscientes são como se já estivessem mortos.
Os tolos e ignorantes entregam-se à negligência, mas o
sábio mantém a diligência como seu melhor tesouro.
 Não dês azo à negligência. Não te entregues aos prazeres sensuais. 
Só quem é diligente e medita é que alcança grande
felicidade."  Buda
Do livro Dhammapada

segunda-feira, 18 de março de 2019

Sobre as Boas Ações

"Nem o fogo nem o vento, o nascimento ou a morte, pode apagar nossas boas ações.
Não há nada mais terrível do que o hábito da dúvida. Dúvida separa as pessoas. É um veneno que desintegra amizades e rompe relações agradáveis. É um espinho que irrita e dói, é uma espada que mata.
Milhares de velas podem ser acesas a partir de uma única vela e a vida da vela não será encurtada. Felicidade nunca diminui ao ser compartilhada."
Buda